Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  07.03.19

Conforto trmico


IPT promove curso para gestores municipais sobre avaliação de desempenho térmico em edificações públicas


Com o objetivo de aprofundar os conhecimentos de gestores municipais sobre as normas brasileiras para desempenho térmico de edificações, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Plataforma Pró Municípios ofereceram, em 26 de fevereiro, a funcionários de prefeituras do estado de São Paulo, o curso ‘Avaliação do desempenho térmico de edificações públicas’.

Pesquisadora responsável pelo Laboratório de Conforto Ambiental e Sustentabilidade do IPT e instrutora do curso, Maria Akutsu explica que ele é uma versão compacta das aulas que oferece no Mestrado Profissional do IPT:
Participantes, vindos das cidades de Diadema, Peruíbe e Caraguatatuba tiveram a oportunidade de conhecer e praticar o método simplificado para avaliação do desempenho térmico no curso
 
“Expus de maneira mais geral os conceitos envolvidos na avaliação do desempenho térmico de uma edificação, e também como um projetista pode ter uma ideia rápida do tipo de projeto mais adequado a cada tipo de clima”.

Os participantes, vindos das cidades de Diadema, localizada na Grande São Paulo, Peruíbe e Caraguatatuba tiveram a oportunidade de conhecer e praticar o método simplificado para avaliação do desempenho térmico no curso oferecido pela plataforma. A iniciativa do IPT auxilia gestores públicos com conhecimento técnico em engenharia e tecnologia, oferece cursos e apoia o planejamento, a gestão e execução de políticas públicas.

“Os cálculos que eles aprenderam terão impacto quando precisarem, por exemplo, encontrar um bom isolante térmico ou descobrir como é a inércia térmica de determinada edificação”, aponta a pesquisadora. Inércia térmica é a capacidade que uma edificação tem de amortecer as variações de temperatura interna em relação à variação da temperatura do ar externo. Se um prédio tem uma alta inércia, por exemplo, em seu interior a temperatura máxima será menor do que a externa e a temperatura mínima será maior.

Engenheiro civil de formação, José Rodolfo de Oliveira trabalha com projetos de creches e asilos e veio ao IPT assistir ao curso. “Como eu tinha pouca familiaridade com essa área, achei interessante participar e levar esse conhecimento para minha cidade, que está em uma região do estado com altas temperaturas, e melhorar a questão do conforto térmico em nossas obras”, afirmou o funcionário da Secretaria de Urbanismo de Caraguatatuba.