Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  08.04.21

Projetos inovadores em recursos hdricos


Política Paulista das Águas completa 30 anos; conheça algumas das ações recentes do IPT em P&D e em gestão de eventos críticos


A Política Paulista das Águas completa 30 anos em 2021: foi em dezembro de 1991 que a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo decretou a lei que estabeleceu normas de orientação à Política Estadual de Recursos Hídricos, bem como ao Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SIGRH).


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) participa, desde então, em diferentes formas na execução da política, buscando atender à missão institucional de prover soluções tecnológicas para contribuir com a melhoria da qualidade de vida da sociedade em geral.

As ações do SIGRH na gestão das águas no estado de São Paulo são avaliadas em face das metas estabelecidas no âmbito do Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas – PROGESTÃO, da Agencia Nacional de Águas (ANA), que é um programa de incentivo financeiro aos sistemas estaduais para aplicação exclusiva em ações de fortalecimento institucional e de gerenciamento de recursos hídricos, mediante o alcance de metas definidas a partir da complexidade de gestão (tipologias A, B, C e D) escolhida pela unidade da federação.

É possível destacar, em 2020, a contribuição do IPT na 'Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação' e 'Gestão de Eventos Críticos'.

Uma parceria entre o IPT e o Instituto Geológico (IG) aplicou técnicas inovadoras em estudo que abrangeu áreas urbanas de 304 municípios paulistas e efetuou a delimitação das zonas potenciais à contaminação das águas subterrâneas por nitrato proveniente de sistemas de saneamento. Foi um trabalho feito a partir do mapeamento da expansão urbana e de dados relativos ao padrão de ocupação urbana e ao sistema de esgotamento sanitário nas áreas dos sistemas aquíferos Bauru e Guarani no estado. 

Outro importante estudo foi efetuado pela parceria IPT/IG em 120 municípios abastecidos com águas subterrâneas, por meio do Projeto “Delimitação de perímetros de proteção de poços de abastecimento público no Sistema Aquífero Bauru”, com o fim de implementar áreas de proteção ao redor dos poços, garantindo água de boa qualidade para a população.

O apoio tecnológico do IPT na gestão de eventos críticos constituiu-se na elaboração de 155 cartas de suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e a inundações no período de 2013 a 2020 - no ano passado, foram elaboradas 22 cartas. Foram, também, setorizados 140 municípios para risco alto e muito alto a escorregamentos e a inundações entre 2013 e 2020 e realizados 27 atendimentos emergenciais em apoio a Defesa Civil em 2020.