Pgina inicial do IPT   >  Notícias

Notcias


compartilhe


  16.04.21

Nota de esclarecimento


IPT realizou testes quanto às propriedades antimicrobianas com uma cepa de coronavírus canino, segundo parâmetros internacionais


Algumas mídias veicularam informação de que bancos, colunas e catracas de veículos do transporte coletivo paulistano foram revestidos com um tecido especial, que possui ação antibacteriana e antiviral, oferecendo proteção contra vírus influenza, herpes e coronavírus, “de acordo com o IPT”.

 
Esclarecemos que o IPT realizou testes, em parceria com a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, quanto às propriedades antimicrobianas de revestimento têxtil que foi aplicado em um veículo da frota de ônibus urbanos da capital paulista.
 
A empresa detentora da tecnologia dos tecidos com propriedades biocidas contratou o IPT para realizar ensaios laboratoriais, visando à validação do efeito antiviral. Os testes foram realizados com uma cepa de coronavírus canino, segundo parâmetros normativos internacionais, mostrando eficácia de 99,99% na sua eliminação.
 
Este estudo, realizado no IPT, não incluiu qualquer outro vírus, mas também foi validado contra bactérias Staphyloccocus aureus e Klebsiella pneumoniae, igualmente de acordo com normas internacionais.