Pgina inicial do IPT  >  Ensino / Cursos  >  Solues  >   Dissertaes

Ps-graduao IPT


Dissertaes


compartilhe

Lodo txtil: reviso sistemtica de mtodos de tratamento e potencial uso como insumo combustvel de caldeira.


por Balota, Mariana Medeiros Martins


Estatistcas

Visitas: 254
Downloads: 15


Orientao: Teixeira, Cludia Echevengu

Ano: 2018

 A cadeia produtiva têxtil representa hoje em dia, 5% do PIB nacional, dando ao Brasil a posição de quinto maior produtor têxtil do mundo, porém, além de trazer benefícios econômicos, traz também alterações adversas para o meio ambiente, decorrentes das atividades realizadas durante as fases de planejamento, implantação e operação. Em cada processo produtivo há geração de efluentes têxteis e resíduos sólidos, que devem passar por tratamentos adequados pela legislação, antes do seu descarte. Apesar do lodo apresentar uma constituição pequena de sólidos, o volume total das indústrias têxteis de todos os estados é bem significativo, por isso a necessidade de um tratamento e disposição final eficaz. Produção mais limpa (P+L) é a aplicação contínua de uma estratégia ambiental preventiva e integrada, nos processos produtivos, nos produtos e nos serviços, para reduzir os riscos aos seres humanos e ao meio ambiente. Neste contexto, a P+L consolida-se como uma ferramenta extremamente útil para a promoção do desenvolvimento sustentável, pois, se por um lado, aumenta a eficiência dos processos produtivos, melhorando a competitividade das organizações, por outro, racionaliza o consumo de recursos naturais, reduz a geração e recicla os resíduos. O reaproveitamento do lodo têxtil proveniente do sistema de tratamento de águas residuárias, como substituto de combustível em caldeira, é uma alternativa para uso e geração de vapor de forma sustentável. Contribui na redução do consumo de biomassa e combustíveis fósseis, auxiliando na redução das emissões de poluentes e reduzindo a disposição final destes em aterros, transformando e valorizando o resíduo. O presente trabalho pretende identificar os tratamentos específicos do lodo gerado pela indústria têxtil, bem como suas aplicações, através de uma revisão sistemática. Foram levantados sessenta estudos publicados, sobretudo em periódicos, no período entre 2000 e 2018. O período de levantamento de dados da revisão sistemática ocorreu até julho de 2018. Um estudo de caso de uma empresa têxtil brasileira também foi realizado para verificar a viabilidade técnica do lodo têxtil, em ser transformado em insumo combustível de caldeira.

Acesse: cassiopea.ipt.br/teses/2018_PI_Mariana_Balota.pdf