Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Edifcios seguros contra incndio


Antnio Fernando Berto


Resumo:

A importância do controle das características de reação ao fogo dos materiais constituintes das edificações, com destaque para aqueles empregados nas fachadas e coberturas A Segurança Contra Incêndio nas edificações deve ser equacionada considerando os parâmetros que definem as situações de risco e os objetivos que devem ser alcançados. Estes objetivos envolvem uma ou mais das seguintes situações: segurança da vida humana; redução de perdas materiais diretas; garantia da continuidade das operações que são conduzidas na edificação; limitação de danos sociais; proteção do patrimônio histórico e artístico; entre outros. O risco é definido por um conjunto de variáveis, características de cada edificação, que podem ser enquadradas em quatro categorias: ocupação da edificação; natureza da edificação (altura, área, sistema construtivo, materiais empregados, etc.); características da população; e localização. Considerando a natureza complexa do fenômeno do incêndio, a solução do problema deve, inevitavelmente, levar em conta uma abordagem sistêmica, que se inicia no projeto e se estende por toda a vida útil da edificação e que faça frente ao risco de incêndio considerando a subdivisão do problema geral em problemas parciais. Tal abordagem deve partir da composição de subsistemas voltados para a solução de cada um destes problemas parciais, que devem ser tratados de forma independente, assegurando-se que mantenham entre si a interação necessária para garantir o cumprimento dos objetivos traçados.


Referência:
BERTO, Antônio Fernando. Edifícios seguros contra incêndio. Emergência, v.5, n.110, p.30-37, maio, 2018.


Acesso aos artigo no site do Periódico, mediante assinatura:
www.revistaemergencia.com.br/edicoes/5/2018/JyyAJj

 
Publicações técnicas