Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Avaliao de papeis reforados com microfibras de seda


Natalia M. Sanches; Robson R. Silva; Hernane S. Barud; Sidney J.L. Ribeiro; Patricia Kaji Yasumura Sasaki; Maria Luiza Otero DAlmeida


Resumo:

Fibras de seda são consideradas as fibras mais fortes encontradas na natureza com resistência à tração de aproximadamente 0,5 GPa. Este fato deve-se principalmente a alta cristalinidade das fibras de fibroína insolúveis, presentes nos casulos do bicho da seda Bombix Mori e representam de 70 a 80 % da massa total. A fibroína é uma proteína de origem animal que pode ser extraída do casulo do bicho da seda por um processo de degumação. Na indústria têxtil, esses casulos são desenrolados, a fim de formar fios de seda. Além da tradicional indústria têxtil, recentemente, fibras de seda vêm sendo consideradas como material de reforço para a fabricação de materiais energeticamente mais eficientes e sustentáveis. Nesse trabalho, microfibras de seda foram preparadas a partir da hidrólise alcalina de resíduos da indústria de seda, com o tamanho das fibras controlado pelo tempo de hidrólise. Estas microfibras foram adicionadas à pasta celulósica de eucalipto branqueada, em cinco tamanhos médios (98 μm, 157 μm, 266 μm, 1335 μm e 7500 μm) e em três concentrações distintas de microfibras (1 %, 2,5 % e 5 %), totalizando 15 formulações e uma amostra controle (sem adição de microfibra). Existe um ponto ótimo de adição de microfibras para que ocorra um aumento na resistência mecânica das folhas. Esse ponto encontra-se entre quantidades de 1,0 % e 2,5 % de microfibrilas nas folhas de papel.


Referência:
SANCHES, Natalia M.; SILVA, Robson R.; BARUD, Hernane S.; RIBEIRO, Sidney J.L.; YASUMURA SASAKI, Patrícia Kaji; D’ALMEIDA, Maria Luiza Otero. Avaliação de papeis reforçados com microfibras de seda. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE CELULOSE E PAPEL, 51., 2018, São Paulo. Anais… 12p.

 
Publicações técnicas