Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Anlise de falhas: um dever do IPT


Hamilton Lelis Ito; Jonas de Carvalho Gomes


Resumo:

Desde o início dos anos 1900, tempo em que o IPT adquiriu o seu primeiro microscópio óptico para metalografia, a análise de falhas tem sido um dever que o IPT nunca deixou de cumprir. O termo análise de falhas tem um significado amplo, o objetivo agora, entretanto, é restringir o significado às análises realizadas visando à determinação das causas de fraturas ou trincas em componentes mecânicos e estruturas. Casos relacionados com perda da estabilidade de estruturas devido às deformações, ao desgaste e à corrosão generalizada, que também constituem falhas, não serão tratados neste artigo. Os engenheiros, normalmente, tentam projetar máquinas, motores e todo tipo de componentes mecânicos e estruturas para serem à prova de falhas. Para isso, a seleção do material, o processo de fabricação, a montagem e as recomendações de manutenção são cuidadosamente especificadas. A obediência a essas especificações, normalmente, previne falhas. Contudo, se um ou mais dos critérios especificados não for obedecido a possibilidade de ocorrência de falha aumenta. Além disso, há situações em que mesmo que todas as especificações tenham sido obedecidas, conforme prescritas, uma peça pode falhar e desencadear um acidente. Este artigo apresenta alguns casos de análise de falhas realizadas pelo IPT e as tendências para o futuro de aplicar técnicas de monitoramento a componentes mecânicos e estruturas, capazes de alertar possíveis falhas antes de elas ocorrerem.


Referência:
ITO, Hamilton Lelis; GOMES, Jonas de Carvalho. Análise de falhas: um dever do IPT. Revista IPT: Tecnologia e Inovação, v.3, n.11, p.35-64, ago., 2019. 11 p.


Acesso ao artigo no site do Periódico:

http://revista.ipt.br/index.php/revistaIPT/article/view/95

 
Publicações técnicas