Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Padres de trfego veicular em So Paulo-SP: evoluo espao - temporal (2008-2015)


Carolina de R. Maciel; Elisa M. Sales; Marcelo de M. Aquilino; Maria Akutsu


Resumo:

Este trabalho teve como objetivo analisar os padrões espaço-temporais de tráfego veicular na cidade de São Paulo e relacioná-los com as possíveis consequências para o ambiente acústico. Para análise da evolução espaço-temporal dos padrões de tráfego na cidade de São Paulo foram utilizados dados compilados pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) por meio da pesquisa sistemática de monitoração da fluidez, divulgados sob a forma do Relatório da Mobilidade no Sistema Viário Principal (MSVP), para o período de 2008-2015. Para inferir sobre a poluição resultante a partir das variáveis estudadas, foi realizado o cálculo do volume equivalente, considerando a ponderação pelo fator de equivalência dos veículos de acordo com sua composição; considerou-se também a soma dos fluxos dos dois sentidos (centro e bairro). Os resultados deste estudo indicam uma redução no volume de automotores nas vias monitoradas pela CET para o período considerado. Esta redução, no entanto, não é observada nos valores de frota veicular para o mesmo período (DENATRAN), levando a crer que pode haver uma influência de aplicativos de navegação sobre a decisão de mudança de rotas por parte dos motoristas. Como consequência, existe uma diminuição nos níveis de ruído de uma mesma via, porém com o incremento de níveis de ruído em vias próximas, resulta em uma maior incomodidade sob o ponto de vista da acústica.


Referência:
MACIEL, Carolina de R.; SALES, Elisa Morandé; AQUILINO, Marcelo de Mello; AKUTSU, Maria. Padrões de tráfego veicular em São Paulo-SP: evolução espaço -temporal (2008-2015). In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, ENCAC, 15., ENCONTRO LATINO-AMREICANO DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, ELACAC, 11., 2019, João Pessoa. Anais... 10 p.

 
Publicações técnicas