Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Estudos de pastas de cimento tipo G realizados no IPT; parte 1: simulao de sais solveis e influncia do magnsio na hidratao do cimento


Valdecir Angelo Quarcioni; Priscila Rodrigues Melo Leal; Anderson Lopes de Andrade; Srgio Soares de Lima; Fabiano Ferreira Chotoli; Henrique Jorge Gobbo; Cristina Aiex Simo; Cristiane Richard Miranda


Resumo:

As rochas salinas do tipo halita, carnalita (KMgCl3.6H2O) e taquidrita (CaMg2Cl6.12H2O) contêm elementos químicos como sódio, potássio, magnésio e cloreto, potencialmente solúveis ao contato com a pasta de cimento tipo G. Esses elementos podem ser incorporados na pasta de cimento durante o processo de cimentação no poço, como pode ocorrer em determinadas camadas de minerais salinos em um ambiente de pré-sal. As pastas de cimento são previamente testadas para a operação, pois, a depender do tipo de sal, o impacto da incorporação, provoca fortes alterações nas propriedades físicas. O magnésio pode ser incorporado na pasta de cimento durante a cimentação do poço, pois o mesmo entra em solução rapidamente e reage com a hidroxila presente na pasta, gerada por hidrólise, especialmente a partir da solubilização inicial dos álcalis do cimento, com rápida formação de brucita [Mg(OH)2] e de fases mineralógicas associadas aos aluminatos. Este fenômeno causa alterações reológicas da pasta, com ganhos de viscosidade, com alteração dos mecanismos de hidratação do cimento e na microestrutura da pasta. No contexto de rochas salinas em poços de petróleo foram realizados estudos no IPT de simulação laboratorial de cura de pasta de cimento em contato direto com a rocha salina (carnalita) na busca de oferecer subsídios ao entendimento dos fenômenos mineralógicos resultantes na pasta. Igualmente, foram realizados estudos de hidratação de pasta de cimento G em presença de teores elevados de magnésio, o que tipicamente ocorre na cura de pastas em presença de rochas salinas ricas em magnésio, como a carnalita. Os dados ilustrativos apresentados neste trabalho são subsídios ao processo de cimentação de poços que envolvem estas rochas.


Referência:
QUARCIONI, Valdecir Angelo; LEAL, Priscila Rodrigues Melo; ANDRADE, Anderson Lopes de; LIMA, Sérgio Soares de; CHOTOLI, Fabiano Ferreira; GOBBO, Henrique Jorge; SIMÃO, Cristina Aiex; MIRANDA, Cristiane Richard. Estudos de pastas de cimento tipo G realizados no IPT: parte 1: simulação de sais solúveis e influência do magnésio na hidratação do cimento. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONSTRUÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS, ENAHPE2019, Serra Negra. Anais... 8 p.

 
Publicações técnicas