Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Estudos de pastas de cimento tipo G realizados no IPT: parte 2: caracterizao da carbonatao


Valdecir Angelo Quarcioni; Priscila Rodrigues Melo Leal; Mrian Cruxn Barros de Oliveira; Anderson Lopes de Andrade; Srgio Soares de Lima; Fabiano Ferreira Chotoli; Henrique Jorge Gobbo; Cristina Aiex Simo; Cristiane Richard Miranda


Resumo:

O Laboratório de Materiais de Construção Civil do IPT atua há anos em estudos de pastas de cimento do tipo G para atender a diversas demandas da Petrobras em cimentação de poços de petróleo, em especial, em demandas vinculadas ao pré-sal. A fase de perfuração de um poço de petróleo consiste numa etapa crítica da cimentação e intimamente dependente de suas características, como: profundidade, temperatura, pressão e tipo de formação geológica. O entendimento das propriedades e do comportamento da pasta do cimento G, bem como a sua interação com os demais constituintes e aditivos da pasta, é de vital importância na solução de problemas operacionais que podem levar, em casos extremos, a perda do poço. Assim, o conhecimento do comportamento de pastas endurecidas em laboratório em diferentes meios de exposição e condições de cura favorece a previsão da estabilidade estrutural de um poço. Este artigo relata alguns avanços laboratoriais na aplicação de técnicas de caracterização no Laboratório de Materiais de Construção Civil (LMCC), vinculados a estudos que envolvem hidratação, durabilidade e desempenho de pastas de cimento do tipo G destinadas à cimentação de poços de petróleo. Neste trabalho são apresentados alguns resultados específicos de caracterização de pastas de cimento tipo G quando submetidas a condições específicas de exposição a CO2 (gás carbônico), uma vez que é encontrado em abundância, em bolsões, em determinadas profundidades do pré-sal. Nestes estudos foram aplicadas as seguintes técnicas laboratoriais, interpretadas e discutidas conjuntamente e de forma complementar: TG/DTG, microscopia óptica, MEV-EDS e difração de Raios X. O conjunto de dados de várias pastas estudadas permitiu inferir sobre fenômenos microestruturais, mineralógicos e químicos envolvidos nos materiais estudados.


Referência:
QUARCIONI, Valdecir Angelo; LEAL, Priscila Rodrigues Melo; OLIVEIRA, Mírian Cruxên Barros de; ANDRADE, Anderson Lopes de; LIMA, Sérgio Soares de; CHOTOLI, Fabiano Ferreira; GOBBO, Henrique Jorge; SIMÃO, Cristina Aiex; MIRANDA, Cristiane Richard. Estudos de pastas de cimento tipo G realizados no IPT: parte 2: caracterização da carbonatação. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONSTRUÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO E GÁS, ENAHPE2019, Serra Negra. Anais... 7 p.

 
Publicações técnicas