Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Avaliao do estado de conservao das armaduras das empenas de concreto aparente do edifcio Vilanova Artigas: patrimnio cultural da arquitetura moderna


Adriana de Arajo; Claudia de Andrade Oliveira; Tatiana Regina da Silva Simo


 Resumo:

O patrimônio da arquitetura moderna de concreto armado aparente tem apresentado manifestações patológicas que afetam a sua segurança estrutural e funcionalidade. As manifestações estão, principalmente, vinculadas à corrosão do aço, entretanto dados de levantamentos de campo, realizados no patrimônio arquitetônico brasileiro e vinculados ao tema, ainda são escassos na literatura. Portanto, o objetivo do estudo é avaliar o estado de conservação das armaduras das empenas de concreto aparente do edifício Vilanova Artigas, patrimônio cultural da arquitetura brasileira, inaugurado em 1969. Restrições legais limitaram os ensaios destrutivos e áreas de amostragem. O histórico de intervenções, a agressividade ambiental e a inspeção preliminar (do concreto original e das áreas recuperadas com argamassa de reparo) compuseram a base para a análise dos resultados. Nas áreas de amostragem foram feitos ensaios físicos, químicos e eletroquímicos. A superfície do concreto é naturalmente porosa, irregular, com segregação e manchas de produtos de corrosão; 24% do concreto foi substituído por argamassa de reparo. Nos reparos a profundidade média de carbonatação variou de 3 a 29 mm, no concreto variou de 15 a 30 mm. O cobrimento da armadura variou de 8 a 33 mm. Mapas de potencial de corrosão, com linhas equipotenciais traçadas em intervalos de 50 mV, indicaram as regiões mais propensas à corrosão onde há concentração de linhas com variação igual ou superior a 150 mV. O estado ativo da corrosão foi confirmado pela presença de produtos de corrosão, detectados no exame visual das armaduras sob a argamassa de reparo. O aspecto irregular da superfície do concreto, o baixo cobrimento da armadura - já despassivada - e o estado de corrosão ativo evidenciam a necessidade de monitoramento das empenas e a urgência da implementação de um plano de manutenção preventiva, combinado a um projeto de conservação para a salvaguarda dos valores patrimoniais do edifício.

Referência:
ARAUJO, Adriana de; OLIVEIRA, Claudia de Andrade; SIMÃO, Tatiana Regina da Silva. Current condition of the exposed concrete façades reinforcement of the Vilanova Artigas building: modern architectural heritage. Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, v,14, n.1, e14113, 2021.

Acesso ao artigo no site do Periódico:
https://www.scielo.br/j/riem/a/B4y5fLVXyNRdZKMqZHgq8Xj/?lang=en

 
Publicações técnicas