Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >   Publicaes tcnicas   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Aplicao de tcnicas no destrutivas na determinao do teor de umidade interna do concreto


Lucas Clementino do Nascimento; Adriana de Araujo; Valdecir Angelo Quarcioni


Resumo:

A durabilidade das estruturas é um tema recorrente no meio técnico-científico e está relacionada,
dentre outros fatores, à agressividade ambiental. Diversas patologias estão relacionadas à
degradação das estruturas de concreto, comprometendo sua durabilidade. Na maioria dos processos
de degradação, a água no ambiente atua como meio de transporte dos agentes agressivos pela
microestrutura do concreto, sendo responsável pela sua difusão e posterior precipitação de outros
compostos químicos potencialmente agressivos. No tocante ao monitoramento e ao diagnóstico de
patologias, há poucas técnicas para detectar água presente na estrutura interna do concreto, mesmo
sabendo-se do seu papel fundamental na maioria dos processos de degradação do concreto e da
armadura. Alguns ensaios comumente realizados no concreto fornecem informações relevantes
quanto à porosidade e permeabilidade, porém esses dados não refletem necessariamente o estado
de conservação da estrutura edificada. Recentemente, foi disponibilizado no mercado um
equipamento doravante denominado TUM210, para determinar o teor de umidade de diversos
materiais por método não destrutivo (TND), inclusive do concreto. Porém, não há dados suficientes
correlacionando resultados do equipamento com os obtidos em ensaios laboratoriais que permitam
verificar sua correlação, tampouco seu comportamento frente a variáveis de campo. Nesta pesquisa,
concretos de três composições diferentes foram submetidos à carbonatação em câmara de CO2,
sendo as amostras carbonatadas e não carbonatadas acondicionadas em ambientes de 100%, 90% e
70% UR, e posteriormente secas em estufa a 80 °C. Para cada UR aplicada foram realizadas medições
do teor de umidade interna pelo TUM210, comparando-as com os resultados obtidos por método
gravimétrico (TUG). Os resultados obtidos indicam possível correlação entre ambas as técnicas,
porém, é recomendada uma análise estatística mais minuciosa para determinar precisamente o grau
de correlação entre as medidas TUG e TUM210, gerando futuramente a equação de correção para
medidas em campo.

Referência:
NASCIMENTO, Lucas Clementino do; ARAUJO, Adriana de; QUARCIONI, Valdecir Angelo. Aplicação de técnicas não destrutivas na determinação do teor de umidade interna do concreto. In: CONGRESSO NACIONAL REABILITAR E BETÃO ESTRUTURAL, 3-5 nov., 2021, Lisboa. Proceedings… Lisboa: APEE, GPBE, 2021. p.859-868.

Logar na BiblioInfo Bibioteca-DAIT/IPT para acessar o Proceedings em PDF. Documento protegido com senha, solicite ao Atendimento/Biblioteca-DAIT/IPT:
escriba.ipt.br/pdf_restrito/177605.pdf

 
Publicações técnicas