Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Curvas-chave de sedimento dos canais afluentes ao reservatrio de Taiaupeba/SP


Samuel Barsanelli Costa; P. Alfredini; C. L. Ramos


Resumo:

A modelagem hidrossedimentológica exige a definição de diversas condições de contorno no trecho do curso d’água a ser estudado. É comum, como condição de contorno de montante, a utilização de curvas-chave de sedimento, que correlacionam vazão (Q) e concentração de sedimentos em suspensão (SS), obtidas a partir da análise estatística de dados sedimentométricos. Curvas-chave de sedimento são também importantes na avaliação do transporte de sedimentos finos (carga de lavagem), uma vez que essa fração, frequentemente, não se relaciona à capacidade de carga do escoamento e seu comportamento não é previsto nos modelos de transporte baseados na energia (ASSELMAN, 2000). A análise estatística de curvas-chave baseia-se na teoria da regressão e correlação, cujo objetivo é analisar o comportamento simultâneo de duas variáveis, verificando se a variação positiva (ou negativa) de uma delas está associada a uma variação positiva (ou negativa) da outra, ou mesmo, se não há nenhuma forma de dependência entre elas.

Referência:
COSTA, S.B.; ALFREDINI, P.; RAMOS, C.L. Curvas-chave de sedimento dos canais afluentes ao reservatório de Taiaçupeba/SP. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE HIDROSSEDIMENTOLOGIA, 2015, Porto Alegre. Anais... IPH/UFRGS, 2015. Seção 1, Pôster, Sec.113. 3 p.

Documento está protegido com senha, solicite ao Atendimento/Biblioteca-DAIT/IPT. Logar na BiblioInfo/IPT-DAIT para acessar o texto em PDF:
https://escriba.ipt.br/pdf_restrito/173739.pdf


 
Mais sobre esta unidade
 
Contatos
  • Central de Relacionamento com o Cliente
  • ipt@ipt.br
    Tel.: (11) 3767-4000