Segmentos de mercado

Pgina inicial do IPT   >   Publicaes   >  Artigos Tcnicos

compartilhe

Panorama do desassoramento nos rios Tiet e Pinheiros, So Paulo, SP, Brasil


Samuel Barsanelli Costa; Gerson Salviano de Almeida Filho; Zeno Hellmeister Junior


Resumo:

No contexto dos sistemas de drenagem urbana, uma importante questão que vem ganhando espaço junto ao meio técnico se refere à limpeza e desassoreamento de rios e canais, onde o carreamento de sedimentos e resíduos pela rede de drenagem acaba provocando perda de capacidade de escoamento, em função da diminuição da profundidade e da seção transversal. Na Região Metropolitana de São Paulo, estima-se que os dois principais cursos d’água, os rios Tietê e Pinheiros, somam volumes de aporte anual de sedimentos da ordem de 3 milhões de metros cúbicos, implicando em gastos anuais com o desassoreamento da ordem de 160 milhões de reais. Essa realidade evidencia a importância do desenvolvimento de estudos com foco na prevenção/controle de processos erosivos e no entendimento dos processos hidrossedimentológicos na bacia do Alto Tietê, para avaliar de forma sistemática a produção, transporte e deposição de sedimentos no rio Tietê e seus principais tributários, possibilitando agir de forma preventiva contra o assoreamento. Em paralelo, vislumbra-se a necessidade de avanço nos estudos de tecnologias de aproveitamento dos sedimentos, frente à iminente escassez de áreas para bota-fora e à possibilidade de retorno econômico das atividades de desassoreamento, com consequente.


Referência:
COSTA, Samuel Barsanelli; ALMEIDA FILHO, Gerson Salviano; GIUDICE, Silvio Luiz; HELLMEISTER JUNIOR, Zeno. Panorama do desassoreamento nos rios Tietê e Pinheiros, São Paulo/SP, Brasil. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 20., 2013, Beto Gonçalves. Atas... Porto Alegre: ABHR, 2013. 8 p.

 
Mais sobre esta unidade
 
Contatos
  • Central de Relacionamento com o Cliente
  • ipt@ipt.br
    Tel.: (11) 3767-4000